Uso de materiais de qualidade nos parreirais é essencial para potencializar produtividade da uva

Compartilhar

Os produtores de uva do sul do Brasil estão relativamente otimistas com a safra de 2022. Apesar da esperada redução em volume devido à estiagem, a qualidade das frutas colhidas anima os viticultores. “Nas regiões onde a estiagem foi mais forte, a qualidade das uvas deve ficar abaixo do esperado. Já nas localidades onde a estiagem não foi muito severa, esperam-se uvas de qualidade acima da média”, afirma Rober Casaril, analista de mercado da Belgo Bekaert, empresa líder e referência no mercado brasileiro de arames.


Cerca de 14 mil famílias trabalham nos parrerais da Serra Gaúcha, a mais importante região produtora do país. Para potencializar e facilitar o trabalho de colheita de uvas, esses produtores utilizam sistemas diferenciados, além da tradicional colheita manual. “Existem duas máquinas inovadoras que podem ser utilizadas para colher as uvas: uma trabalha no sistema de condução em espaldeira, um dos mais utilizados; e outra colhe uvas no sistema de condução latada, também chamado de pérgola”. Porém, em ambas as situações, o analista da Belgo destaca que os parreirais precisam de consistente estrutura para favorecer o processo de colheita.


Além da confecção de parreirais utilizando arames e cordoalhas de qualidade para ter maior durabilidade, o analista pontua que tratos culturais e controles de pragas devem ser realizados periodicamente, seguindo orientações de profissionais especializados. “Devido ao uso constante de agentes fúngicos e adubos foliares para uma produção maior e com mais qualidade das uvas, é necessário usar materiais de qualidade, com alta durabilidade, que auxiliem na condução e sustentação dos ramos e frutos da videira”, diz.


O especialista destaca o arame Belgo Frutifio, fabricado com uma camada extra de galvanização, que oferece maior durabilidade ao arame, potencializando a rentabilidade do produtor, que não precisa fazer a substituição dos materiais a curto prazo. “A quantidade e qualidade das uvas são fatores essenciais para o sucesso da viticultura. Porém, os produtores devem ter atenção especial à estrutura dos parreirais, e é aí que arames e cordoalhas de qualidade cumprem um importante papel”, explica Rober Casaril.


Sobre a Belgo Bekaert
A Belgo Bekaert é líder brasileira na transformação de arames de aço desde sua criação, fruto da parceria estratégica no Brasil entre a ArcelorMittal e a Bekaert. A empresa atua nos segmentos de Agronegócios, Cercamentos, Construção Civil, Automotivo, Solda, Aplicações Especiais e Indústria Petrolífera, oferecendo um mix de produtos e serviços que atendem com tecnologia de ponta, confiabilidade e qualidade aos mais diversos perfis de clientes.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: