Agricultura natural está ganhando força no Brasil

Agricultura natural está ganhando força no Brasil

Compartilhar

Agricultura natural está ganhando força no Brasil. Produtividade natural, meio ambiente e consumidor final. Esse é o tripé da agricultura natural, que ganha força no Brasil. Uma agricultura que busca a máxima proteção e nutrição das plantas e para cultivos de alta produtividade, sem a utilização de agrotóxicos, mas com a mesma eficácia das moléculas químicas.

Agron Home

Veja também: Fabricantes devem recolher estoques remanescentes do Paraquate

Agricultura natural está ganhando força no Brasil

A ascensão desta agricultura está amplamente embasada em estudos e pesquisas. Levantamento da Business Inteligence Panel Safra 2019-20, realizado pela Spark Inteligência Estratégica e divulgado em 2020, aponta, por exemplo, que o mercado de produtos biológicos já movimenta cerca de R$ 930 milhões no Brasil, o que representa 2,5% do faturamento do mercado de proteção de cultivos.

Já um outro estudo, realizado pela Consultoria Blink Projetos Estratégicos com a CropLife, destaca que o mercado de biológicos deve chegar a R$ 3,7 bilhões no Brasil até o ano de 2030.

Os motivos desse sucesso são vários. Afinal, com soluções naturais de elevada tecnologia, o produtor rural amplia sensivelmente a sua rentabilidade, produzindo, de forma sustentável e dentro do contexto Integração Lavoura Floresta (ILF), cultivos com mais nutrientes e melhor qualidade. Já os consumidores finais, são beneficiados com o consumo de excelentes alimentos, sem resíduos tóxicos.

Dentro deste contexto, algumas soluções e técnicas promovem a total conexão entre produtor rural, meio ambiente e consumidor final e, por isso, merecem destaque, tais como biofertilização, prebióticos, probióticos e biocontrole.

Os projetos de biofertilização estimulam a fisiologia das plantas, ajudando-as a superar as fases de estresse abiótico e também possibilitando assertividade na colheita.

Outros aliados da agricultura natural, os prebióticos e probióticos auxiliam diretamente no solo, propiciando o aumento das qualidades organolépticas e nutricionais e também melhorando o manejo eficiente de água e nutrientes utilizados pela planta e fundamentais para as boas práticas produtivas. Ao intensificar uma consistente vida microbiana do solo, com prebióticos (alimento para microrganismos) e probióticos (microrganismos benéficos), favorecemos a importante interação planta-microrganismo.

A plena proteção da colheita, a segurança dos alimentos e o combate às pragas também devem ser reforçados dentro deste ecossistema. Para isso, o biocontrole é fundamental, já que auxilia de forma eficaz as lavouras a ficarem livres de pragas, doenças, ervas daninhas etc, concentrando todas as energias e recursos unicamente no potencial produtivo.

Nesse cenário, a Kimitec se destaca. Com foco em inovação e investigação, a empresa tem soluções inovadoras, como biopesticidas, bioestimulantes, prebióticos, probióticos e o único gel de micorriza ultraconcentrado do mercado produzido em condições estéreis, para diversos cultivos, como soja, milho, algodão, café, cana, melão, manga, uva, maçã e citrus, entre outros.

Os resultados comprovados pela empresa, em clientes com diversos perfis, tais como CERES, Itamar Bonetti o Felipe Santinato, entre outros, mostram que a agricultura natural é um caminho sem volta para o agronegócio brasileiro.

Afinal, somente com sustentabilidade, tecnologia de ponta, elevados índices produtivos e cultivos com altos níveis de nutrientes, é possível conquistar muitos mercados, ter uma produção de excelência e definitivamente ampliar a rentabilidade de forma consistente.

Fonte: Assessoria de imprensa Kimitec. Por: Eliara Nelisa Xavier Kon, Diretora de P&D Brasil da Kimitec.


Compartilhar

2 thoughts on “Agricultura natural está ganhando força no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *