Premix recebe Certificado de Energia Renovável

Compartilhar

Fábricas de Patrocínio Paulista e Presidente Prudente deixaram de produzir 150,33 toneladas de CO2 equivalente em seis meses

A Premix acaba de receber o Certificado de Energia Renovável 2022, conferido pela Comerc Energia e pela Sinerconsult, por consumir energia limpa de fontes renováveis incentivadas pelo governo.

Criado em 2011, o documento atesta o consumo de energia renovável e a quantidade de emissões de CO2 evitadas anualmente. Fizeram parte da certificação as unidades de Patrocínio Paulista (SP) e Presidente Prudente (SP), entre junho e dezembro de 2021, período em que a empresa migrou para o mercado de energia incentivada.

Em apenas seis meses, as duas unidades da Premix deixaram de produzir 150,33 toneladas de CO2 equivalente. Tais emissões evitadas voluntariamente equivalem a um projeto de reflorestamento de 1.052 árvores em 30 anos.

A empresa ainda poderá utilizar os resultados como parte das iniciativas relacionadas à ESG (Environmental, Social and Governance) junto a projetos como Carbon Disclosure Project, Índice Bovespa de Sustentabilidade Empresarial (ISE), entre outros.

Segundo o executivo de Relacionamento com Clientes da Comerc Energia, João Pedro de Sousa Zaneratti, para a emissão dos certificados são utilizados nos cálculos a metodologia proposta pelo protocolo GHG, também conhecido como Greenhouse Gas Protocol, que quantifica a emissão de gás de efeito estufa que é evitada toda a vez que uma empresa troca de uma fonte de energia não renovável e adota uma fonte de energia renovável.

“Mais do que reduzir simplesmente o custo da conta de energia, a migração permite a escolha de uma fonte que reduza também os impactos ambientais. Com a condição de contratação de fontes incentivadas por consumidores especiais, a busca por economia passou a fomentar o crescimento das fontes alternativas limpas no Brasil”, explica Zaneratti.

Nos últimos anos, a Premix vem avançando em suas ações relacionadas ao consumo sustentável. Em 2019, a empresa instalou uma usina fotovoltaica em sua unidade fabril de Araguaína (TO). O sistema, que capta a luz solar e a transforma em energia elétrica, é responsável pela geração de 56.000 KW/mês, o que equivale a 102% do consumo total da unidade.

O sistema de energia limpa, renovável e ecologicamente correto será capaz de reduzir 8,24 milhões de kg de CO2 durante 25 anos, o que equivale a preservação de mais de 15 mil árvores.

“Os esforços da Premix em ampliar o uso de energia renovável em suas unidades fabris vêm ao encontro de seu comprometimento com os resultados sustentáveis, que estão no centro de seu propósito como empresa”, destaca Vladimir Lizarte, coordenador Industrial da Premix.

Desde 2011, foram emitidos aproximadamente 10 mil certificados de energia renovável, o que equivale a mitigação de quase 5 milhões de toneladas de CO2 na atmosfera.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: