Cuidar do bem-estar dos bovinos também é ter agilidade no tratamento de infecções

Compartilhar

Por Antônio Coutinho, gerente de produtos para animais de produção da Vetoquinol Saúde Animal.

Saúde em dia, conforto, nutrição balanceada e ambiente seguro. Estes estão entre os mais importantes pilares das práticas de bem-estar animal, tema cada vez mais em evidência na pecuária brasileira e mundial. Reduzir os fatores de estresse que afetam os bovinos – sejam eles de corte ou para produção de leite – contribui para o aumento da produtividade, bem como para a desejada oferta de alimentos a partir de práticas sustentáveis.

Apesar disso, infelizmente algumas vezes os cuidados sanitários são negligenciados nas propriedades rurais.

É o caso de infecções, que começam simples e podem se tornar devastadoras. Sem o tratamento adequado, provocam terríveis diarreias, o que prejudica o desenvolvimento dos animais – especialmente os bezerros – e têm potencial para chegar a um estágio mais grave, causando até a morte.

E cada morte de bezerro representa prejuízo mínimo de R$ 3 mil, no caso de bezerros de corte, e até mais de R$ 6 mil em novilhas de leite. Além disso, ainda que sobreviva, o animal pode ficar gravemente afetado, rendendo menos do que o esperado. De qualquer maneira, o prejuízo é irreversível.

Com o avanço da tecnologia e pesquisas, não há desculpa para os pecuaristas deixarem de investir na prevenção e no controle das enfermidades. O mercado brasileiro conta com soluções eficazes, com facilidade e agilidade de tratamento, inclusive com medicamentos com dose única, auxiliando muito no manejo dos animais.

Esse recurso favorece a rotina da equipe da fazenda, gera a racionalização de custos e é bom para a saúde e o rendimento dos bovinos.

A associação de antibióticos com anti-inflamatórios é uma moderna e eficaz tecnologia à disposição dos pecuaristas, que possibilita a rápida recuperação dos animais, permitindo o seu retorno à produção. Destaque à união do anti-inflamatório meloxican com o antibiótico ceftiofur, tecnologias presentes em Acura® Max, da Vetoquinol Saúde Animal, uma das 10 maiores indústrias veterinárias do mundo.

A combinação de meloxican e ceftiofur é ideal para a recuperação rápida e eficaz dos animais, especialmente se a opção for por uma marca com dose única e baixa carência. É a associação que toda fazenda deve ter na farmácia para aplicação assim que surgir qualquer sinal de infecção nos bovinos, como febre, perda de peso ou diarreia.

Essa ação simples também está perfeitamente aliada aos princípios do bem-estar animal e de uma produção cada vez mais sustentável e de qualidade, altamente desejáveis na pecuária moderna e de resultados.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: