Empresa cria unidade de negócios com foco em biossoluções

Compartilhar

A UPL, uma das cinco maiores empresas de soluções agrícolas do mundo, anuncia a criação de uma unidade de negócios, a Natural Plant Protection (NPP). A nova marca abarcará o amplo portfólio de insumos e tecnologias agrícolas de origem natural e biológica da companhia, que tem sede global na Índia e forte presença no mercado brasileiro.

A NPP – que, em português é a sigla para “proteção natural de plantas” – atuará como uma marca independente, consolidando mundialmente a atual linha de biossoluções da UPL, bem como uma rede de laboratórios e instalações de pesquisa e desenvolvimento (P&D). Atualmente, esse negócio representa 7% da receita total da empresa.

“Há mais de duas décadas, a UPL vem investindo em biossoluções. A força do nosso portfólio é prova não apenas de nossa abordagem progressista na agricultura sustentável, mas também da dedicação de equipes em todo o mundo para suprir necessidades de inovação apresentadas por agricultores, consumidores e pelo meio ambiente”, afirma o CEO global da UPL, Jai Shroff.

De acordo com o executivo, “a NPP trabalhará com presença global para moldar e escalonar as tecnologias biológicas do futuro”, a partir do propósito OpenAg da companhia – que a transforma em uma empresa aberta à inovação e ao desenvolvimento de tecnologias que beneficiem a produção sustentável de alimentos em uma agricultura colaborativa.

A oferta global da Natural Plant Protection, portanto, se beneficiará da extensa estrutura de distribuição global da UPL, baseada na habilidade única e comprovada que a empresa tem em oferecer rapidamente produtos ao mercado. O portfólio exercerá importante papel na abordagem de problemas agrícolas, como estresse abiótico, saúde do solo, resíduos e gestão de resistência — seja em mercados agrícolas desenvolvidos, ou naqueles em desenvolvimento.

“A NPP pode mudar o mundo. Ela possui capacidade, mentalidade, habilidades e recursos técnicos certos para conduzir uma nova era de mudanças positivas e progressivas na agricultura”, afirma Fabio Torretta, Chief Operating Officer (COO) da NPP. Ex-líder da UPL no Brasil, ele foi anunciado recentemente como head global de soluções sustentáveis.

“O mercado de biossoluções está pronto para um crescimento de dois dígitos, rumo aos US$ 10 bilhões até 2025. Isso supera em muito o mercado de defensivos agrícolas tradicionais, que tem um crescimento projetado de um dígito. A NPP está bem posicionada para moldar um futuro alimentar mais sustentável”, ressalta Torretta.

Um dos pontos mais fortes da nova marca da UPL será a ampliação dos conhecimentos acerca de necessidades de cada região, o que permitirá a penetração da linha de soluções com maior velocidade e profundidade. A NPP buscará agilidade ao adicionar produtos e plataformas ao portfólio, criando parcerias globais e programas de treinamento, contribuindo para a sustentabilidade, a resiliência do agricultor e melhorando cadeias de produção de alimentos.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: