Webinar global organizado pela MIAVIT contou com a presença de vários profissionais ligados à cadeia de produção suinícola da América Latina

Compartilhar

O webinar destacou a redução segura de Óxido de Zinco em dietas para leitões

Salto, 16 de novembro de 2021 – O webinar global foi realizado pela MIAVIT, parceira internacional da Feedis, e teve como objetivo informar profissionais ligados à suinocultura de diversos países da América Latina sobre as formas seguras para reduzir o uso de Óxido de Zinco (ZnO) nas formulações em dietas de leitões. O encontro, que ocorreu no dia 4 de novembro, colocou luz sobre as principais preocupações dos suinocultores, de diferentes regiões, cientes das restrições do uso de altas doses farmacológicas de ZnO.

O Gerente Técnico da Feedis, Silvano Bünzen, esteve presente e relatou a importância do assunto tratado no webinar, já que o Óxido de Zinco é frequentemente usado como promotor de crescimento em leitões recém-desmamados. “O tema é relevante para os dias atuais, pois existem vários fatores negativos que, atrelados ao uso indiscriminado de altas doses de Óxido de Zinco, trazem prejuízos ao desempenho dos animais e à saúde humana”, comenta.

Silvano conta que também foi apresentado as alterações na legislação de alguns países, principalmente na Europa, região que restringirá doses terapêuticas de ZnO a partir de julho de 2022. “As experiências de alguns países que se anteciparam a esta nova orientação e já possuem grandes conhecimentos no uso de tecnologias mais eficientes capazes de substituir as altas doses de Óxido de Zinco foi outro ponto alto do encontro”, pontua.

Por conta das preocupações ambientais e à saúde humana, Silvano salienta que é indispensável o uso de tecnologias mais eficientes, tal como o Miatrace ZN, produto da MIAVIT, apresentado no webinar. “O Miatrace, solução oferecida pela Feedis, é uma tecnologia que oferece o Zinco com duplo revestimento, aumentando a eficiência na disponibilidade de Zinco no trato intestinal dos animais, permitindo baixas taxas de inclusão na ração final e garante o controle microbiano nas fases iniciais da produção de suínos”, conclui o Gerente Técnico da Feedis.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *