Ceva Poultry Innovation Summit 2021 reuniu avicultores da América Latina

Compartilhar

Evento global contou com a participação de profissionais referências em suas áreas de atuação com um único objetivo: compartilhar informações técnicas sobre as principais enfermidades avícolas da região 

Paulínia (SP), 08 de outubro de 2021 – De 26 a 28 de outubro a Unidade de Negócios Ceva Aves realizou seu evento global, o Ceva Poultry Innovation Summit, que reuniu, de forma virtual, profissionais da avicultura da América Latina. A programação seguiu com temas sobre as principais doenças avícolas da região, sendo elas a Bronquite Infecciosa (BI) e a doença de Newcastle, além de tratar dos avanços da vacinação no incubatório.

No primeiro dia (26/10), quem deu as boas-vindas foi Sylvan Comte, Diretor Corporativo Aves da Ceva. “O Poultry Innovation Summit é uma oportunidade para dar um mergulho em tópicos muito importantes, a nossa principal missão é simplificar o programa de vacinação o máximo possível para que ele seja totalmente eficaz”, inicia. Os palestrantes foram Guilhermo Gonzalez, Gerente Global de Serviços Veterinários de Aves da Ceva; Dr. Horacio Gameiro, da Granja Tres Arroyos; e Jorge Chacón, Diretor de Serviços Veterinários da Ceva Aves Brasil que, respectivamente, apresentaram: as atualizações epidemiológicas da BI com dados de campo; uma visão sobre o controle efetivo da BI na América Latina; e o espectro de proteção e administração das vacinas como ponto fundamental do controle da BI.

Para o Diretor de Serviços Veterinários para América Latina da Ceva, Dr. Luiz Sesti, as abordagens foram imprescindíveis e deram uma clara visão sobre a importância do monitoramento da Bronquite Infecciosa.

“É muito importante que todas as empresas tenham um bom monitoramento da BI, de forma regular e permanente, como os colegas falaram, as cepas podem mudar de forma muito rápida no campo”, alertou Dr. Luiz Sesti e sustentou que a busca por informações técnicas de qualidade passa a ser o caminho ideal para garantir proteção contra as enfermidades. “Como profissionais da avicultura devemos nos manter atualizados e utilizar de forma estratégica todas as ferramentas modernas disponíveis”.

Os assuntos tratados no segundo dia (27/10), por Dr. Egil Fischer (Universidade de Utrechet), Christophe Cazabon (Diretor Científico de Aves CEVA), e Jaime Sabaria (Gerente Global de Serviços Veterinários Aves CEVA), foram: o controle da doença de Newcastle e a prevenção dos prejuízos em casos subclínicos em frangos e poedeiras. O Gerente Global de Marketing de Aves da Ceva, Seckin Sandikli, deu início a programação. “Estamos comprometidos com a saúde animal, queremos investir, desenvolver e dedicar soluções para produção de aves, como também para os veterinários”, ressalta.

Dr. Luiz Sesti, como moderador oficial dos painéis, resumiu de forma pontual os trabalhos e experiências apresentadas. De acordo com ele, pelo fato da doença de Newcastle estar presente na América Latina, “é muito importante levarmos em consideração o fato de que países livres da doença de Newcastle, não são livres em toda sua extensão geográfica, são indústrias avícolas, no qual algumas ficam livres da doença e outras não”, pontuou e elogiou as apresentações afirmando que a mensagem transmitida pelos explanadores foi clara. “Devemos manter o monitoramento constante. Uma prática essencial para termos planos e estratégias de vacinação eficazes e seguros, de forma a manter o nível epidemiológico aceitável”.

No terceiro e último dia do Poultry Innovation Summit (28/10), a Gerente Global de Serviços de Vacinação Aves Ceva, Paola Cruz, deus as boas-vindas dizendo que todo o evento é integrado a diversas soluções. “Este é o nosso compromisso com a inovação e demostramos isso com investimentos e todas soluções presentes em nosso portfólio”, informa.

Na sequência, os participantes conferiram as explanações da Gerente de Serviços de Vacinação da CEVA, Ela Perez, e do Gerente de Serviços de Vacinação e Equipamentos, William Boyern. Eles discorreram sobre os avanços da vacinação no incubatório por meio de aplicações in ovo, spray e subcutânea. Para encerrar a programação o Gerente de Serviços de Vacinação de Aves da Ceva, Eduardo Macchi, deixou suas considerações em torno da qualificação e coleta qualitativa de informação.

“Foram ótimas apresentações, nos deram conceitos e mensagens importantes, entre elas o treinamento das equipes para que possam realizar trabalho alta qualidade. Isso beneficia toda a cadeia, além entregar mais assertividade dentro das operações das granjas”, finalizou Eduardo Macchi.

Durante o evento, os participantes puderam interagir com os palestrantes, uma sessão de perguntas e respostas de alto nível, agregando ainda mais conteúdo e conhecimento ao Poultry Innovation Summit.


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *