“Análise de resíduos é um processo rigoroso e complexo, mas indispensável para ter alimentos saudáveis e seguros para os consumidores”, explica especialista do AgroSafety

Compartilhar

Até chegar à nossa mesa, saborosos e saudáveis, os alimentos passam por dezenas de análises, cada uma com uma finalidade específica. Um dos mais importantes objetivos desse cuidadoso processo é avaliar os níveis de resíduos e, com isso, identificar eventual risco à saúde devido à exposição aos diversos agentes, como defensivos agrícolas. “A responsabilidade pela qualidade e segurança dos alimentos é muito grande. É preciso ter alta tecnologia e muito conhecimento para fazer as análises de maneira correta e confiável”, explica Adauto da Silva, diretor comercial do Agrosafety, laboratório de análises de resíduos de contaminantes químicos, que oferece consultoria analítica para os agricultores com foco na redução de perdas e aumento da produtividade.

As análises do monitoramento de resíduos começam já na amostragem das matérias-primas e produtos finais. Nessa etapa devemos obter quantidade representativa do lote de amostra, seguindo protocolos internacionais para envio ao laboratório. No laboratório, as amostras são registradas e identificadas para seguir protocolos de integridade e confidencialidade para garantir a total imparcialidade nos procedimentos realizados.

A próxima etapa é de processamento, quando as amostras são processadas e quarteadas: alíquota de cerca de 2 gramas segue para análise; o restante é armazenado em câmaras frigoríficas à temperaturas abaixo de -20°C, preservando as características e integridade da amostra.

“Na sequência ocorre a extração. Seguimos procedimentos específicos conforme o tipo de amostra e análises a ser realizadas. Depois, são feitas as análises específicas, com a utilização de instrumentação analítica com as mais avançadas tecnologias em espectrometria de massas para identificação e quantificação em geral de mais de 400 princípios ativos. O processo é finalizado com um rigoroso processo de identificação e cálculo dos resíduos identificados para quantificação e elaboração do Relatório de Análises, com total confiabilidade e segurança”, detalha Adauto da Silva.

A análise de resíduos é essencial para os alimentos passarem da produção para o  processamento e, finalmente, para a comercialização. Esse processo deve ser feito em laboratórios acreditados pela ISO/IEC 17.025, que utilizam procedimentos também acreditados, com equipes capacitadas, infraestrutura e equipamentos para atendimento a regulamentações atuais. “Importante ressaltar que todo esse processo complexo e rigoroso tem como objetivo a melhoria de qualidade de vida das pessoas, evitando riscos à saúde, com a oferta de alimentos saudáveis e seguros. Para isso, é indispensável contar com o suporte de análises confiáveis”, complementa o diretor comercial do Agrosafety.

O AgroSafety faz parte do GenesisGroup, organização de soluções em testes, inspeções, certificação e rastreabilidade na cadeia agroalimentar. Com quase 15 anos de atuação no mercado, o AgroSafety é um laboratório de análises independente, altamente tecnológico, que nasceu dentro da ESALQ/USP e se estabeleceu nas cadeias agrícola e animal, além de foco ambiental. “Oferecemos ao mercado um amplo portfólio de análises, contando com o respaldo de importantes acreditação, credenciamento e habilitação como ISO 17025 INMETRO, IN 26 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e REBLAS (Rede Brasileira de Laboratórios Analíticos em Saúde) ANVISA, além de utilizar a modernas tecnologias para análises, como a espectrometria de massas de alta resolução”, explica Adauto da Silva.

Mais informações: www.genesisgroup.com.br e www.agrosafety.com.br


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *