safra de milho

Potencial da segunda safra de milho no Centro-Oeste

Compartilhar

Estimativa consta do mais recente relatório da Aliança Agroeconômica para a segunda safra de milho no Centro-Oeste.

Veja também: Aplicativo pode reduzir custos do produtor rural

Acompanhe o Portal Agron no Facebook

Segunda safra de milho no Centro-Oeste tem potencial para fechar em 61 milhões de toneladas.

O relatório da Aliança Agroeconômica do Centro-Oeste do 2º trimestre de 2022 divulgado nesta quarta-feira (27) traz em destaque a análise do uso dos recursos para custeio na safra 2021/2022, estimativa do milho segunda safra, média do volume de leite captado no primeiro trimestre do ano, resultados da pecuária de corte no Centro-Oeste.

O documento com divulgação trimestral é resultado da cooperação técnica entre a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Imea, Instituto para Fortalecimento da Agropecuária de Goiás (Ifag) e Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul).

A publicação traz informações focadas na região que tem a maior pujança no mercado agropecuário brasileiro, segundo a Aliança o objetivo é fornecer informações que possam subsidiar o produtor rural nas tomadas de decisões, assim como as instituições do agro, públicas ou privadas.

No plano safra 21/22, encerrado em junho deste ano, o Centro-Oeste representou uma participação de 28,08% sobre o valor total utilizado no país, com a captação de R$ 44,95 bilhões dos R$ 160,06 bilhões disponíveis para custeio no país. Mato Grosso teve maior participação, no qual demandou R$ 17,22 bilhões.

Já para o plano safra 22/23 o desafio será maior para os produtores, tendo em vista um aumento nos juros devido a taxa Selic, o que já era aguardado pelo setor. O governo federal disponibilizou R$ 340,8 bilhões de crédito, aumento de 35,6% em relação ao plano safra anterior. Esse montante será dividido entre linhas de custeio, investimento, industrialização e comercialização. Mesmo com o valor recorde, o crédito ficou mais caro para todas as linhas de financiamento.

Milho – O milho 2ª safra no Centro-Oeste tem estimativa reduzida, ante ao relatório de abril, para a safra 2021/22. A produção da região deve chegar a 61 milhões de toneladas das 88,45 milhões de toneladas estimadas para a produção do país. Somente Mato Grosso, considerado maior produtor brasileiro de milho, de acordo com o Imea, deve produzir na segunda safra 39,2 milhões de toneladas.

Leite – O cenário de recuo na captação de leite vem sendo observado desde o 2º semestre de 2021 e seguiu na mesma tendência para o 1º trimestre de 2022. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) registrou a maior queda na série do instituto, tendo apresentado uma diminuição de 10,3% no volume captado de leite no país, no comparativo do 1º trimestre de 2022 com o mesmo período de 2021.

No Centro-Oeste a maior queda foi registrada em Goiás, com recuo de 23,1%, seguidos por Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, ambos com redução de 15% no 1º trimestre de 21/22. O cenário explica, em partes, a alta nos preços da matéria-prima e, consequentemente, nos derivados lácteos.

Abate no Centro-Oeste – O 2º trimestre de 2022 foi marcado pela desvalorização no preço da arroba do boi e da vaca gorda, nos três estados do Centro-Oeste (Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul). O preço médio do boi gordo foi R$ 284,18/@ e da vaca R$ 267,62/@, retração de 7,97% e de 7,66%, respectivamente, ante ao registrado nos três primeiros meses de 2022.

Fonte: Datagro. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: