soja

Preços da soja-BR sobem até 2,86% no Mato Grosso do Sul

Compartilhar

Preços da soja no Mato Grosso do Sul sobem expressivamente em até 2,86%.

Agron Home

Veja também: Soja fecha em alta em Chicago

RIO GRANDE DO SUL: Custo de produção atualizado pela Farsul apresenta lucro de 83,20%.

Num dia de alta do dólar e da CBOT os preços se moveram para cima em algumas regiões, menos no porto e em Passo Fundo, como mostra nossa tabela ao lado.

PREÇOS DE PEDRA: caiu R$ 2,00/saca indo a R$ 183,00 pela saca.

PREÇOS NO PORTO: para porto a queda foi de 0,51%, valor equivalente a R$ 1,00/saca, fazendo a região decair para R$ 195,00.

PREÇOS NO INTERIOR: no dia de hoje o interior se comportou de forma bastante diferenciada, com Ijuí permanecendo inalterada, Cruz Alta em reação a alta da CBOT marcou melhora de 1,05% e foi a R$ 192,00, evolução de R$ 2,00 nos preços, Passo Fundo, por outro lado, caiu 0,52% como reação direta aos preços do porto, que marcaram quedas de níveis iguais, o valor ficando em R$ 190,00, perda de R$ 1,00/saca. Com isto, o dia de hoje foi bem pouco significativo em termos de negócios, com a altíssima volatilidade nas bolsas americanas e brasileiras somadas às flutuações do dólar deixando o produtor e o comprador bastante defensivos e não foram feitos negócios.

CUSTO DE PRODUÇÃO DE SOJA-MARÇO 22: A Farsul atualizou, nesta semana, os custos de produção de soja, por hectare, para o estado, que são os seguintes: Fertilizantes R$ 1.922,98 (+137,37% em relação ao ano passado); Agroquímicos R$ 1.433,57 (+42,93%); Sementes R$ 154,85 (+25,45%); Operações Mecânicas R$ 436,32 (+21,12%); Frete R$ 121,18 (+49,60%); Mão de Obra R$ 232,83 (+10,18%); Juros e Seguros R$ 859,94 (+34,44%).

CUSTO OPERACIONAL TOTAL R$ 5.911,62/hectare. Se considerarmos uma produtividade média de 3.433 kg/hectare ou 57 sacas/ha, teremos um custo médio por hectare de aproximadamente R$ 103,71/saca, o que projetaria um lucro de 83,20% sobre o preço de venda pago aos agricultores nesta data de R$ 190,00/saca. Lembramos que a Farsul toma apenas o custo operacional e não o custo total, que subiria para R$ 127,90, com um lucro de 48,55%, ainda assim, extraordinário.

SANTA CATARINA: Soja se valoriza expressivamente 2,67%

Santa Catarina inverte o quadro anteriormente visto que era de queda por várias sessões consecutivas e marca expressiva melhora de 2,67%, valor equivalente a R$ 5,00/saca. Quanto ao interior, mais precisamente em Joaçaba, os preços chegaram aos mesmos níveis

vistos em SFS, a R$ 192,00. Ademais, hoje finalmente foram efetuados alguns negócios, com vários vendedores abrindo mão de pequenos volumes que, quando somados, chegaram perto de 2.000 toneladas.

PARANÁ: Paraná sobe consideravelmente, ganho de R$ 6,00 em Paranaguá

Assim como as demais regiões sulistas, o mercado paranaense inverteu seu quadro de perdas expressivas e passou a se valorizar no dia de hoje, mas o fez de forma mais muito relevante do que as demais regiões.

PREÇO NO PORTO: marca ganhos de 3,26%, valor equivalente a R$ 6,00/saca e vai a R$ 190,00, a valorização foi precisamente o que foi perdido ontem, marcando recuperação total.

PREÇOS NO INTERIOR: todos os preços passaram por melhoras expressivas. Começando por Ponta Grossa a valorização de hoje foi de 2,75%, valor equivalente a R$ 5,00/saca, as demais regiões, Cascavel, Maringá e Pato Branco se valorizaram de forma bastante próxima em cerca de 1,1%, valor equivalente a R$ 2,00/saca, o que os levou respectivamente a R$ 176,00, R$ 176,00 e R$ 175,00 para Pato Branco.

FUTUROS DE SOJA 2022: Abril com entrega e pagamento até 29/04 R$ 186,70; Maio com entrega e pagamento até 31/5 R$ 189,90; Junho com entrega e pagamento até 30/6 R$ 191,90 e julho com entrega e pagamento até 29/7 R$ 194,40.

MATO GROSSO DO SUL: preços sobem expressivamente em até 2,86%

Assim como nas demais regiões do Sul do Brasil os preços subiram no dia de hoje devido a melhora no posicionamento da CBOT.

PREÇOS: Dourados subiu 2,86%, valor equivalente a R$ 5,00 e vai a R$ 180,00. Campo Grande sobe em 2,86% valor equivalente a R$ 5,00 e vai a R$ 180,00 Maju sobe em 2,30%, valor equivalente a R$ 4,00/saca e vai a R$ 178,00 Chapadão sobe 1,76%, valor equivalente a R$ 3,00/saca e vai a R$ 173,00; Sidrolândia sobe em 2,31%, valor equivalente a R$ 4,00/saca e vai a R$177,00.

MATOPIBA: Nova quedas

Região de Balsas se desvaloriza 4,78% e vai a R$ 173,30, perda de R$ 6,70/saca. Porto Nacional-TO permanece nas posições anteriores em R$ 149,60. Itaqui-MA permanece a R$ 164,00 Uruçuí no Piauí decai em 4,20% e vai a R$ 171,00, perda de R$ 7,50. LAM-BA permanece a R$ 174,00. Os preços adquirem clara dinâmica de perda a esses pontos, com algumas recuperações amenas que não os recuperam até pontos anteriores.

MATO GROSSO: dia de quedas extremas, Primavera do Leste decai 17,54%

SAFRA: Colheita da soja chega à reta final no estado de Mato Grosso, com 99,67% das áreas concluídas até sexta-feira (25/03). Apesar do menor avanço alcançado durante o período da colheita na última semana (0,87 p.p.), a safra 21/22 se consolidou como a mais adiantada de toda a série histórica. Um dos principais fatores que colaborou para esse recorde foi o clima favorável durante o período inicial da safra, que contou com a antecipação das chuvas e auxiliou no processo de semeadura do grão, segundo o Imea.

PREÇOS: Campo Verde recua 1,46% e vai a R$ 168,50; Lucas do Rio Verde sobe 0,73% e vai a R$ 166,00; Nova Mutum recua 3,89% e vai a R$ 165,50; Primavera do Leste cai 17,54% e vai a R$ 142,20, perda de R$ 30,00/saca; Rondonópolis cai 1,90% e vai R$ 176,00; Sorriso cai 0,14% e vai a R$ 168,50.

Fonte: T&F Agroeconômica. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: