soja

Negócios com soja devem iniciar travados no Brasil

Compartilhar

Chicago recua e negócios com soja devem iniciar travados no Brasil.

Veja também: Mandioca atinge melhor rentabilidade que a soja

O mercado brasileiro de soja deve iniciar a semana com preços sob pressão e comercialização travada. Chicago recua, seguindo o petróleo, e o dólar segue em patamares baixos, mesmo tentando reagir. Os produtores deverão seguir retraídos, aguardando o relatório de intenção de plantio do USDA, que será divulgado no dia 31.

A nova queda do dólar frente ao real travou o mercado na sexta. Sem oferta, a comercialização inexistiu nesta sexta. Os preços caíram nominalmente, seguindo o câmbio e ignorando a alta de Chicago. Os produtores estão afastados, avaliando os novos patamares.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos caiu de R$ 201,50 para R$ 198,00. Na região das Missões, a cotação recuou de R$ 200,50 para R$ 197,00. No Porto de Rio Grande, o preço caiu de R$ 204,50 para R$ 201,00.

Em Cascavel, no Paraná, o preço baixou de R$ 193,00 para R$ 187,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca caiu de R$ 197,00 para R$ 195,00.

Em Rondonópolis (MT), a saca baixou de R$ 183,00 para R$ 179,00. Em Dourados (MS), a cotação baixou de R$ 185,00 para R$ 178,00. Em Rio Verde (GO), a saca baixou de R$ 178,00 para R$ 175,00.

Chicago

Os contratos com vencimento em maio registram baixa de 1,25% a US$ 16,68 1/2 por bushel.

O mercado é pressionado pela forte queda do petróleo, reflexo do novo lockdown em Xangai, que pode afetar a demanda chinesa por combustíveis.

A cidade de Xangai, na China, entrou em lockdown a partir de hoje até o dia 31 de abril, devido a um recorde de infecções assintomáticas. O lockdown foi dividido em duas etapas. De hoje ao dia 31 de abril começa para a população que vive na parte leste do rio Huangpu. A partir do dia 1 de abril, outras populações ficarão em quarentena.

Os agentes começam a se posicionar frente ao relatório de intenção de plantio dos Estados Unidos, que será divulgado nesta quinta-feira, 31, às 13hs.

Prêmios

Os prêmios de exportação da soja estavam em 130 a 170 pontos acima de Chicago no final da sexta no Porto de Paranaguá, para abril. Para maio, o prêmio era de 150 a 160 acima. Para junho, o prêmio estava em 175 a 185 pontos acima, conforme dados de SAFRAS & Mercado.

Os prêmios recuaram na mesma proporção que os futuros subiram em Chicago. Os preços FOB subiram, refletindo o sentimento de demanda firme no curto prazo pela soja brasileira.

Câmbio

O dólar comercial registra alta de 0,08% a R$ 4,75. O Dollar Index registra alta de 0,48% a 99,26 pontos.

Indicadores financeiros

As principais bolsas da Ásia encerraram em alta. Xangai, +0,07%. Tóquio, baixa de 0,73%, sendo a exceção.

As principais bolsas na Europa registram índices firmes. Londres, +0,71%; Frankfurt, +2,21%; Paris, +1,92%.

O petróleo opera em baixa. Maio do WTI em NY: US$ 107,77 o barril (-5,42%).

Fonte: Agência SAFRAS. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: