soja subir em Chicago

Clima na América do Sul faz soja subir em Chicago

Compartilhar

Incerteza sobre impacto das chuvas na América do Sul faz soja subir em Chicago.

Agron Home

Veja também: Licenciamento ambiental com nova lei

Clima faz soja subir em Chicago

FECHAMENTOS: O contrato de janeiro22 da soja em grão fechou em queda de 0,75% ou $ 10,75 cents/bushel a $ 1415; o contrato de maio22, importante para as exportações brasileiras, também fechou em queda de 0,68% ou $ 9,75 cents/bushel a $ 1424,75. O contrato de março do farelo de soja em queda de 1,67% ou $ 6,7/t curta a $ 394,1. O contrato de março de óleo de soja fechou em leve queda de 0,03% ou $ 0,02/libra-peso a $ 62,86.

CAUSAS: Renovados temores sobre a oferta da América do Sul e a alta do petróleo e dos óleos vegetais sustentaram fortemente os preços da soja. As expectativas de maior demanda externa nos EUA são mantidas.

CANOLA CANADÁ: StatsCan relatou o esmagamento de canola canadense em 705k T em dezembro. Isso foi 22% menor que a queda de dezembro de 2020. Eles tiveram o total de moagem deste ano comercial em 3.802 T até dezembro, que fica atrás da temporada passada em 13%.

PREVISÃO OIL WORLD PARA ASUL: Os analistas privados da Oil World esperam que a produção de soja da América do Sul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) tenha uma queda de 4 anos para 186,3 milhões de toneladas somadas. Combinados, o USDA ainda tem estes países atingindo 196,6 MT, o que seria um recorde.

Fonte: T&F Agroeconômica. Imagem principal: Depositphotos/Jovanjaric(Jovan Jaric).


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: