Custos em alta e margens em queda na pecuária leiteira

Compartilhar

Pecuária de leite com custos em alta enquanto margens registram queda.

Primeiro bimestre de 2021 já deixa evidente que ano exigirá cautela de produtores.

O ano de 2020 foi marcado por adversidades dentro e fora do campo para a pecuária de leite, apontam pesquisas do Projeto “Campo Futuro”, parceria entre a CNA e o Cepea. A chegada da pandemia de coronavírus alterou de forma brusca o comportamento do consumidor e, do lado da oferta, o clima prejudicou a atividade em muitas regiões.

Além disso, o dólar alto encareceu insumos importados e elevou os preços do farelo de soja e do milho, à medida que favoreceu as exportações desses produtos. Apesar disso, os preços do leite subiram com força em 2020, atingindo recordes e aliviando a margem de produtores na maior parte do ano.

Já no primeiro bimestre de 2021, enquanto gastos com os principais itens que compõem os custos da atividade leiteira continuam subindo, os valores pagos pelo leite ao produtor registraram queda intensa. Isso evidencia que o ano de 2021 deve ser ainda mais desafiador, o que exigirá muita cautela do produtor.

FONTE: DATAGRO.


Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *