energia elétrica

Avaliação das condições de suprimento de energia elétrica

Compartilhar

CMSE avalia condições de suprimento de energia elétrica no Brasil.

Veja também: Energia solar deve responder por 17% da matriz brasileira

Período úmido termina em condições significativamente melhores do que as verificadas nos últimos anos.

O Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) reuniu-se, nesta quarta-feira (4), em caráter ordinário, e avaliou, dentre outros assuntos, as condições de suprimento eletroenergético ao Sistema Interligado Nacional (SIN).

Conforme destacado pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), em abril de 2022, houve continuidade das chuvas verificadas na região Sul, resultando em maiores afluências às usinas hidrelétricas e respectiva recuperação das condições de armazenamento. Nas demais regiões, as precipitações foram predominantemente abaixo da média histórica, com a ocorrência de pouca chuva nas bacias do Sudeste/Centro-Oeste, comportamento compatível com o início do período seco.

Ainda assim, a melhora das condições de atendimento à região Sul se refletiram positivamente também sob a ótica sistêmica do SIN, contribuindo, juntamente com o sucesso das estratégias adotadas no passado recente, para que o período tipicamente úmido finalizasse com os maiores armazenamentos equivalentes dos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste, Nordeste e Norte verificados nos últimos anos. Foram alcançados ao final de abril, respectivamente, armazenamentos equivalentes de 66,5%, 67,1%, 96,1% e 99,0% nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte, e a previsão para o fim de maio nesses subsistemas é de 69,0%, 84,6%, 94,0% e 99,6%.

Além disso, os estudos prospectivos, que contemplaram avaliações estendidas até o final de novembro de 2022, indicaram o pleno atendimento tanto em termos de energia quanto de potência em todo o período, sem que haja necessidade de uso da reserva operativa.

Diante do cenário apresentado, foi noticiada a conclusão do Grupo de Trabalho do CMSE, instituído na 247ª reunião do Comitê, realizada em 5 de maio de 2021, para acompanhamento periódico das condições de atendimento ao SIN e articulação setorial com vistas à garantia do atendimento. Conforme destacado, neste fórum, foram realizadas importantes discussões que resultaram na construção das estratégias que pautaram a atuação setorial no enfrentamento da escassez hídrica vivenciada.

Desde maio de 2021, foram realizadas mais de 30 reuniões do Grupo, que também contaram com a participação de instituições convidadas, a saber a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden). A partir de agora, as reuniões técnicas do CMSE voltarão a ser realizadas conforme necessidade e para debates de temas específicos, em apoio às avaliações conduzidas pelo Colegiado.

Por fim, dentre outros assuntos, foi realizada apresentação da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) sobre a 1ª Primeira Revisão Quadrimestral das Previsões de Carga para o Planejamento Anual da Operação Energética 2022-2026. Conforme mencionado, a projeção para 2022 é de crescimento de 1,7%, representando recuo em relação à expectativa anterior de 2,7%. Já para o período 2022-2026, o crescimento médio projetado é de 3,4% ao ano. A documentação associada ao estudo pode ser consultada nos sites do ONS, da EPE e da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), instituições que realizaram conjuntamente o trabalho.

O CMSE reafirmou seu compromisso com a garantia da segurança e da confiabilidade no fornecimento de energia elétrica no País no cenário atual e futuro, por meio da continuidade do monitoramento permanente realizado, respaldado pelos estudos elaborados sob as diversas óticas do setor elétrico brasileiro, e com a ação sinérgica e robusta das instituições que compõem o Comitê.

Informações Técnicas:

Condições Hidrometeorológicas: o mês de abril foi marcado por um longo período de ausência de precipitação nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste resultando em índice negativo nas bacias hidrográficas localizadas nestas regiões. Nas bacias localizadas no Sul, a passagem frequente de frentes frias favoreceu a ocorrência de precipitação e impactou de forma positiva. Em relação à Energia Natural Afluente (ENA), foram verificados valores abaixo da média histórica para o mês de abril nos subsistemas Sudeste e Nordeste, enquanto para as regiões Norte e Sul constatou-se uma condição mais favorável das afluências. Considerando a ENA agregada do Sistema Interligado Nacional (SIN), em abril foi verificado valor próximo de 87% da Média de Longo Termo (MLT). Para o mês de maio, a previsão de fechamento indica uma ENA abaixo da média histórica para os subsistemas Sudeste e Nordeste, próximo à MLT no subsistema Norte e para o subsistema Sul está prevista uma condição mais favorável. No que diz respeito ao sistema como um todo, a previsão mensal para maio é de 84% da MLT.

Energia Armazenada: ao final de abril, foram verificados armazenamentos equivalentes de 66,5%, 67,1%, 96,1% e 99,0% nos subsistemas Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte, respectivamente, e a previsão para o fim de maio nesses subsistemas é de 69,0%, 84,6%, 94,0% e 99,6% da EARmáx. Para o SIN a previsão para o fim de maio é 76,1% da EARmáx.

Expansão da Geração e Transmissão: a expansão verificada, em abril de 2022, foi de aproximadamente 223 MW de capacidade instalada de geração centralizada de energia elétrica, 645 km de linhas de transmissão e 400 MVA de capacidade de transformação. Assim, em 2022, a expansão totalizou 1.568 MW de capacidade instalada de geração centralizada, 3.595 km de linhas de transmissão e 9.286 MVA[1] de capacidade de transformação. Sobre geração distribuída, a expansão verificada em 2022 foi de 1.997 MW, atingindo o total de aproximadamente 10,5 GW instalados no país.

O CMSE, na sua competência legal, continuará monitorando, de forma permanente, as condições de abastecimento e o atendimento ao mercado de energia elétrica do País, adotando as medidas para a garantia do suprimento de energia elétrica. As definições finais sobre a reunião do CMSE de hoje, bem como as demais deliberações do Colegiado, serão consolidadas em ata devidamente aprovada por todos os participantes do colegiado e divulgada conforme o regimento.

Fonte: Datagro. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: