carne bovina

Argentina avalia suspender exportações de carne bovina

Compartilhar

Governo argentino avalia suspender exportação de carne bovina por 15 dias.

Facebook Portal Agron; Twitter Portal Agron; Grupo Whatsapp Portal Agron mantém você atualizado com as melhores matérias sobre o agronegócio brasileiro.

Veja também: Fim do diploma para Veterinários

De acordo com informações do jornal La Nacion, o governo da Argentina está atualmente debatendo a possibilidade de suspender as exportações de carne bovina pelo período de 15 dias. Essa medida tem como objetivo reavaliar os preços praticados pelos frigoríficos locais, após a significativa valorização da taxa de câmbio do país, que aumentou em mais de 20 pontos percentuais.  

Embora a convocação dos produtores de carne para avaliar essa proposta tenha sido confirmada pelo jornal La Nacion, até o momento não há fontes oficiais que tenham confirmado a implementação dessa medida. De acordo com informações de veículos de imprensa argentinos, fontes da alfândega indicaram que, até que um acordo de preço seja alcançado, não serão concedidas licenças de embarque para exportações. No entanto, Juan José Bahillo, secretário de Agricultura do país, negou essa informação.  


Através de uma postagem no Twitter, Bahillo afirmou: “Nossa responsabilidade como servidores públicos é trazer segurança aos setores produtivos e tranquilidade ao povo. Da @Economia_Ar estamos negociando os preços da carne para o mercado interno e não há suspensões nas exportações de carne”.  

Essa suposta decisão de suspender as exportações de carne bovina ocorre como reação ao aumento significativo da taxa de câmbio oficial na Argentina, que subiu de US$ 287,35 para US$ 350, representando um acréscimo de 21,8%. Caso essa medida seja concretizada, espera-se que haja um aumento de até 40% no preço da carne bovina destinada ao consumo interno.  

Atualmente, os principais produtores de carne na Argentina seguem os preços estabelecidos pelo programa governamental “Precios Cuidados”, que visa controlar os preços de diversos produtos no país como uma forma de conter a inflação.  

Essa possível decisão também se desenrola no contexto das primárias argentinas, onde o deputado ultraliberal Javier Milei obteve a maior votação. Milei, que lidera o partido A Liberdade Avança, defende uma perspectiva anarcocapitalista e propõe mudanças substanciais na Argentina, incluindo a adoção do dólar como moeda oficial e reformas drásticas no sistema financeiro e estatal.  

Fonte: Texto gerado por ChatGPT, um modelo de linguagem desenvolvido pela OpenAI, com contribuições e correções adicionais do autor. Imagem principal: Depositphotos.


Compartilhar

🚀 Quer ficar por dentro do agronegócio brasileiro e receber as principais notícias do setor em primeira mão? ✅ 👉🏽 Para isso é só entrar em nosso grupo do WhatsApp ( clique aqui ), ( clique aqui ) ou Telegram Portal Agron ( clique aqui ), Telegram Pecuária ( clique aqui ) , Telegram Agricultura ( clique aqui ) e no nosso Twitter ( clique aqui ) . 🚜 🌱 Você também pode assinar nosso feed pelo Google Notícias ( clique aqui )

  • Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!
  • Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.
  • Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!
  • If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!
  • We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.
  • We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
error: Conteúdo protegido!
%d