cabeças de gado

Quantas cabeças de gado cabem em um hectare?

Compartilhar

A quantidade de cabeças de gado por hectare depende do tipo de manejo de pasto adotado pela fazenda.

Veja também: Fazenda modelo ganha investimento de R$ 20 milhões

Vários são os fatores que podem influenciar na quantidade de cabeças de gado por hectare em uma propriedade. No Brasil a taxa de ocupação por hectare é medida pela UA (unidade animal, que corresponde a um peso padrão de 450 quilo de peso vivo.

A média de cabeças de gado em áreas de pastagem no Brasil, de acordo com os dados do Censo Agropecuário realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2017, é de 0,97 UA/ha, ou seja, na média, algo próximo a 1 cabeça de gado por hectare.

Intensificação da produção

À medida que o sistema de produção se intensifica, essa média sobe. Sistemas de pastejo contínuo adubado rotacionado, irrigado, alternado, podem aumentar a capacidade de suporte para algo entre 15 e 20 cabeças de gado por hectare, ou mais.

Vale lembrar que, em linhas gerais, temos a sazonalidade da oferta de forragem ao longo do ano, que ganha vigor e valores nutricionais acentuados nas águas, mas perde capacidade de suporte no inverno.

Só por esse fator, já é um desafio adequar a capacidade produtiva das áreas de pastagem. Soma-se a isso o tipo de sistema produtivo da fazenda. Se é extensivo, semi intensivo, ou intensivo.

Soma-se a esses fatores, ainda, o tipo de categoria animal de que estamos falando, se são vacas prenhas, com bezerros ao pé, garrotes, novilhas, ou animais adultos. Cada tipo de animal precisa de uma quantidade específica de matéria seca disponível.

É importante a escolha adequada da forrageira para o sistema e ajustar a taxa de lotação à capacidade de suporte da área, para evitar o subpastejo e superpastejo.

Subpastejo e superpastejo

Subpastejo é quando a taxa de lotação está abaixo da capacidade de suporte. O animal tem a oportunidade de selecionar melhor a pastagem, o que melhora o ganho individual, mas deixa a desejar no ganho por área.

No superpastejo a taxa de lotação e pressão de pastejo é maior do que a capacidade de suporte da área. O animal seleciona menos, por isso pasteja mais, faz mais “horas extras” no pasto, o que resulta em menor desempenho e ganho individual.

O ideal é o equilíbrio entre as duas situações, para não comprometer o resultado por área e atrapalhar a capacidade de rebrota das áreas de pastagem após o pastejo.

O mais adequado é a busca por um técnico que ajude no planejamento forrageiro da área, com o estabelecimento da variedade de capim mais apropriada para o tipo de solo, clima e nível de intensificação do sistema de produção.

Fonte: Giro do Boi. Imagem principal: Depositphotos (Meramente ilustrativa).

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: