abate de bovinos

Abate de bovinos tem crescimento no primeiro trimestre

Compartilhar

Abate de bovinos cresce 4,7% no primeiro trimestre na comparação anual.

Veja também: Suplemento melhora desempenho dos bovinos

No caso dos suínos, alta foi de 7,2%; por outro lado, houve queda na categoria frangos, com recuo de 1,8%.

Os primeiros resultados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) da produção animal no 1º trimestre de 2022 apontam que o abate de frangos recuou 1,8%, o de bovinos aumentou 4,7% e o de suínos teve alta de 7,2% ante o mesmo período de 2021. Na comparação com o 4º trimestre de 2021, o abate de frangos teve aumento de 0,1%, mesma variação do abate de bovinos (0,1%), enquanto o de suínos cresceu 2,0%. A aquisição de leite foi de 5,88 bilhões de litros, com queda de 10,5% ante o 1º trimestre de 2021 e redução de 8,9% contra o trimestre imediatamente anterior.

Já a aquisição de peças de couro pelos curtumes caiu 0,2% frente ao 1º tri de 2021 e foi 1,9% menor que a do 4° tri de 2021, somando 7,08 milhões de peças inteiras de couro cru.

Foram produzidos 963,82 milhões de dúzias de ovos de galinha no 1º trimestre deste ano, quedas de 2,3% na comparação anual e de 2,8% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Abate de bovinos sobe 4,7% no ano e varia 0,1% frente ao trimestre anterior

No 1º trimestre de 2022, foram abatidas 6,91 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária. Essa quantidade representou uma variação positiva de 4,7% em comparação com o 1º trimestre de 2021 e aumento de 0,1% em relação ao 4º trimestre de 2021.

Foram produzidos 1,82 milhão de toneladas de carcaças bovinas no 1º trimestre de 2022, com incremento de 5,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior, porém redução de 4,5% em relação ao apurado no 4º trimestre de 2021.

Abate de suínos cresce 7,2% na comparação anual e 2,0% no trimestre

O abate de suínos somou 13,64 milhões de cabeças no 1° trimestre de 2022, representando aumento de 7,2% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior e acréscimo de 2,0% em comparação ao 4° trimestre de 2021.

O peso acumulado das carcaças registrou 1,24 milhão de toneladas no 1º trimestre de 2022, com aumentos de 6,7% em relação ao 1º trimestre de 2021 e de 1,8% em comparação com o trimestre imediatamente anterior.

Abate de frangos cai 1,8% na comparação anual e varia 0,1% no trimestre

No 1º trimestre de 2022, foram abatidas 1,54 bilhão de cabeças de frango. Esse resultado significou queda de 1,8% em relação ao trimestre equivalente do ano anterior e aumento de 0,1% na comparação com o 4º trimestre de 2021.

O peso acumulado das carcaças foi de 3,76 milhões de toneladas no 1º trimestre de 2022. Esse total significou aumento de 2,4% em relação ao 1º trimestre de 2021 e incremento de 1,9% frente ao trimestre imediatamente anterior.

Aquisição de leite cai 10,5% na comparação anual e 8,9% no trimestre

No 1º trimestre de 2022, a aquisição de leite cru feita pelos estabelecimentos que atuam sob algum tipo de inspeção sanitária foi de 5,88 bilhões de litros. Houve redução de 10,5% em comparação ao volume registrado no 1º trimestre de 2021 e queda de 8,9% em comparação ao obtido no trimestre imediatamente anterior.

Aquisição de couro fica 0,2% abaixo do 1° trimestre de 2022

Os curtumes investigados pela Pesquisa Trimestral do Couro – aqueles que efetuam curtimento de pelo menos cinco mil unidades inteiras de couro cru bovino por ano – declararam ter recebido 7,08 milhões de peças inteiras de couro cru no 1º trimestre de 2022. Essa quantidade representa uma redução de 0,2% em comparação à registrada no 1º trimestre de 2021 e queda de 1,9% em relação ao trimestre imediatamente anterior.

Produção de ovos de galinha cai 2,3% no ano e 2,8% frente ao trimestre anterior

No 1º trimestre de 2022, a produção de ovos de galinha foi de 963,82 milhões de dúzias.

O resultado representou redução de 2,3% em relação ao mesmo período do ano anterior e queda de 2,8% em comparação ao 4º trimestre de 2021.

Fonte: Datagro. Imagem principal: Depositphotos.

*Se o artigo ou imagem foi publicado com base no conteúdo de outro site, e se houver algum problema em relação ao conteúdo ou imagem, direitos autorais por exemplo, por favor, deixe um comentário abaixo do artigo. Tentaremos resolver o mais rápido possível para proteger os direitos do autor. Muito obrigado!

*Queremos apenas que os leitores acessem informações de forma mais rápida e fácil com outros conteúdos multilíngues, em vez de informações disponíveis apenas em um determinado idioma.

*Sempre respeitamos os direitos autorais do conteúdo do autor e sempre incluímos o link original do artigo fonte. Caso o autor discorde, basta deixar o relato abaixo do artigo, o artigo e a imagem será editado ou apagado a pedido do autor. Muito obrigado! Atenciosamente!

*If the article or image was published based on content from another site, and if there are any issues regarding the content or image, the copyright for example, please leave a comment below the article. We will try to resolve it as soon as possible to protect the copyright. Thank you very much!

*We just want readers to access information more quickly and easily with other multilingual content, instead of information only available in a certain language.

*We always respect the copyright of the content and image of the author and always include the original link of the source article. If the author disagrees, just leave the report below the article, the article and the image will be edited or deleted at the request of the author. Thanks very much! Best regards!


Compartilhar

2 thoughts on “Abate de bovinos tem crescimento no primeiro trimestre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: