Raça bovina Alentejana

Raça bovina Alentejana

Compartilhar

A Alentejana é uma raça de gado de origem portuguesa que foi historicamente a principal raça criada para carne no sul de Portugal. A raça Alentejana tem o estatuto geográfico protegido de DOC (Denominação de Origem Controlada) pela Comissão Europeia. A genética mostra que contém DNA da África que pode ter chegado durante a época em que a região estava sob controle muçulmano. Está intimamente relacionado com a raça espanhola Retinta.

A região da raça está circunscrita quase exclusivamente ao Alentejo Sul Português, tanto no Alto como no Baixo Alentejo.

A raça é representada por animais rústicos, enérgicos e mansos que em um passado recente costumavam trabalhar.

Descrição:

Testa – Ligeiramente convexa, especialmente na direção transversal.

    Orelhas – Bem inseridas, horizontais e cobertas de pêlos longos em sua superfície interna.

    Olhos – A flor dos rostos.

    Bisel – Ligeiramente convexo, ou mesmo reto, e bem delineado.

    Rostos – secos, deixando o focinho postado.

    Focinho – Desenvolvido, com coloração espelhada idêntica a de outras mucosas ou levemente pigmentada.

    Pescoço – Nos machos, é grosso, curto, horizontal, provido de farpa que se estende até uma grande prega desde o queixo até o cilhadouro, havendo apenas um ligeiro abrandamento após a zona da garganta. Nas fêmeas, é muito menos espesso, o lábio superior estreito e a farpa menos desenvolvida.

    Cernelha – de largura média e ligeiramente saliente.

    Dorso – Longo e moderadamente largo.

    Lombo ou rim – Para largo.

    Garupa – Longa, de boa largura e anterior musculosa regularmente.

    Cauda – Fina, caindo em curva regular suave desde a sua inserção e terminada em pendão e peluda.

    Nado Peito – Para excelente.

    Dorso – Alto, ligeiramente convexo, mas estendendo-se e arredondando-se gradualmente à medida que se aproxima da região abdominal.

    Flanco – Curto.

    Úbere – para desenvolvido e implementado regularmente.

    Forro – Longo e desenvolvido.

    Estados – De tamanho e espessura médios, e mus guiados e eretos regulares.

    Ombro – Longo e largo.

    Braço e antebraço – Forte.

    Coxa – massa muscular longa e grande, mas rasa.

    Nádegas – para tender a declinar e arquear.

    Extremidades (mãos e pés) – articulações sólidas e largas.

    Unhas – Bem formadas, sólidas e lisas, cuja cor varia do âmbar ao fogo.

Agron Home

Veja também: Lista de todas as raças bovinas do mundo

Fonte: Wikipédia. Imagem principal: Wikipédia.


Compartilhar

One thought on “Raça bovina Alentejana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: