Como identificar gado e evitar o abigeato?

Como identificar gado e evitar o abigeato?

Compartilhar

Três formas diferentes para fazer a identificação de bovinos para evitar o abigeato.

Agron Home

Veja também: Touro Senepol ou Sindi para vacas Nelore?

Marca a fogo, tatuagem e brinco são formas de evitar o abigeato; veja vantagens e desvantagens de cada método.

“Existem diversas formas de identificar e registrar os animais. Os procedimentos podem ser realizados através de marca a fogo, tatuagem ou brinco de identificação”, simplificou Calebe Oliveira.

Prós e contras de cada um dos métodos de identificação de bovinos

Marca de fogo

Calebe lembrou que a marca a fogo é uma das práticas mais utilizadas na marcação de animais. Para realizar esse manejo é importante ter em mente que se trata de um procedimento agressivo à pele do animal, que pode gerar dor e sofrimento. O especialista destacou os cuidados para o produtor que for usar a marca a fogo deve tomar para, acima de tudo, reduzir a agressão ao animal ferroado.

– Evite as áreas mais sensíveis aos animais;

– Realize a marcação em local de fácil visualização, minimizando os danos ao couro;

– Realize a marcação sempre nos membros anteriores ou posteriores, abaixo da linha do vento;

– Lembre-se de manter os animais sempre muito bem contidos para evitar riscos de acidentes com a equipe, uma marcação de má qualidade ou sofrimento desnecessário.

Tatuagem

Outra opção para identificar o gado é a tatuagem, que pode ser uma alternativa à marcação permanente com menor impacto ao animal. Com ela, o proprietário pode realizar uma marcação única que lhe garanta a propriedade ao animal. Para realizá-la, utilize um alicate apropriado com marcações em forma de agulha e utilize sempre tintas de boa qualidade, recomendou. O especialista lembrou que uma desvantagem deste método é a difícil visualização, o que pode atrapalhar a agilidade em alguns manejos.

Brinco de identificação para bovinos

O coordenador tratou do uso do brinco de identificação para bovinos. “Já o brinco de identificação pode ser utilizado para reduzir a marca a fogo e melhorar a gestão das informações na propriedade”, salientou. Ao mesmo tempo que oferece mais opções na gestão do rebanho, Calebe disse que manejo de aplicação do brinco é o mais prático de realizar, com menor risco e sofrimento aos animais. “Os identificadores personalizados com a marca da fazenda auxiliam na garantia à propriedade do animal e as diferentes cores ajudam a separar lotes, sexo ou mês de nascimento com rápida visualização”, analisou.

O especialista deu algumas dicas para reduzir o risco de perder o brinco de identificação para bovinos. “O risco de perda do identificador pode ser minimizado utilizando um produto de boa qualidade, realizando o manejo da forma correta ou, se for o caso, com a dupla identificação, onde se utiliza o botton de segurança com uma tatuagem como segunda identificação”, concluiu.

Fonte Giro do boi adaptado por Douglas Carreson. Imagem principal: Depositphotos/alfribeiro(Alfredo Ribeiro).


Compartilhar

One thought on “Como identificar gado e evitar o abigeato?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *